Fóruns | Regras de Conduta | Ajuda - FAQ | Se cadastrar | Se conectar


|-  

||-  

|||-  Tenho manchas vermelhas no pênis. Alguém pode me ajudar?!!

 

Inserir nova resposta

 Palavra :  Usuário:  
Esvazie a lista de mensagens  
 Página :
1
Autor
 Sujet :

Tenho manchas vermelhas no pênis. Alguém pode me ajudar?!!

Avisar os moderadores em caso de abuso 
n°24744
pablolobo8​7
pablolobo87
Escrito em 14/01/2015 às 12:52:10  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Tenho manchas vermelhas no pênis. Alguém pode me ajudar?!!
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
(Publicidade)
n°24745
laralua
laralua
Escrito em 14/01/2015 às 12:55:53  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
manchas vermelhas podem ser uma infinidade de coisas. A única forma de saber mais ao certo é um dermatologista ou urologista olhando. E mesmo assim eles podem pensar em diversas possibilidades em vez de fechar em apenas uma possibilidade. Não deixe de consultar para verificar. Independentemente do que seja a mancha vermelha, o mais provável é que necessite tratamento.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24746
karu56
karu56
Escrito em 14/01/2015 às 12:57:23  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
é importante que você saiba que, algumas vezes, as lesões no pênis podem mudar de aspecto ao longo do tempo, dependendo da causa. Muitas vezes ao se chegar no médico para fazer uma avaliação, as lesões já estão com um aspecto diferente e isto dificulta o diagnóstico. Portanto, recomendo que você procure um especialista (urologista ou dermatologista) para avaliar as possíveis causas (alergias, candidíase, DST, apenas para citar algumas possibilidades). Caso você não tenha disponibilidade imediata de ir neste profissional, recomendo que tire uma fotografia das lesões agora para, caso elas tenham mudado no momento da consulta, o médico possa comparar com a situação atual para ver a evolução. Esta informação, da evolução das lesões (caso ela de fato aconteça), muitas vezes pode contribuir significativamente para o médico que lhe atender estabelecer um diagnóstico. . Saudações e boa sorte !
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24747
vendetta7
vendetta7
Escrito em 14/01/2015 às 12:59:04  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Achei esse artigo bem completo na internet... Vale a pena dar uma lida nele:



CANDIDÍASE EM HOMENS

A candidíase nos órgãos genitais é uma infecção muito frequente nas mulheres, mas pode também acometer homens, sejam eles crianças ou adultos. A candidíase no homem se manifesta como uma balanite, que é a inflamação da glande. Se houver também inflamação do prepúcio, a infecção chama-se balanopostite por Candida.

O que é candidíase.
Fatores de risco para candidíase nos homens.
Sintomas da candidíase em homens.
Tratamento da candidíase nos homens.
Neste texto vamos falar exclusivamente da candidíase peniana. Se você está à procura de mais informações sobre sobre o fungo Candida, acesse também os seguintes links:
– CANDIDÍASE | Sintomas e tratamento.
– Tratamento da Candidíase Vaginal.
– SAPINHO NA BOCA | Candidíase oral.
– FOTOS DE CANDIDÍASE ORAL.

O QUE É CANDIDÍASE
A Candida, cuja espécie mais comum é a Candida albicans , é um fungo que pode ser encontrado colonizando a pele, boca, órgãos genitais ou trato gastrointestinal de até 80% da população. Em situações normais, a simples presença da Candida no nosso organismo não representa nenhum perigo. O nosso sistema imunológico é bastante eficaz em controlar a população deste fungo, fazendo com que ele exista apenas em pequena quantidade na nossa pele.

O problema com o fungo Candida surge quando o nosso sistema imunológico encontra-se enfraquecido e/ou quando há uma súbita alteração na flora natural de bactérias da nossa pele, como nos casos de uso prolongado de antibióticos. Essas alterações tornam o nosso organismo um ambiente mais propício para a proliferação da Candida, que passa a se reproduzir sem limitações, podendo infestar a pele e invadir tecidos mais profundos, provocando intensa reação inflamatória. A candidíase é o termo que usamos para designar a inflamação provocada pela invasão do fungo Candida. Ter Candida na pele de forma assintomática é, portanto, diferente de ter a doença candidíase.

A candidíase pode acometer diversos órgãos diferentes, sendo a pele, os órgãos genitais e a boca os sítios mais comuns. Em casos mais graves, geralmente em pacientes com imunossupressão severa, a Candida pode acometer órgãos internos, como esôfago, laringe, rins, coração e até o sistema nervoso central.

FATORES DE RISCO PARA CANDIDÍASE NOS HOMENS
Na imensa maioria dos casos, a candidíase não é uma doença adquirida através de outras pessoas. A candidíase surge porque o seu organismo perde a capacidade de controlar o crescimento da população de Candida que normalmente vive na sua pele. Isso explica por que bebês, freiras e mulheres sem atividade sexual recente podem desenvolver candidíase na região genital.

Candidíase no homem

Em alguns casos, porém, principalmente na candidíase peniana, a Candida pode ser transmitida por via sexual. Se a vagina da mulher estiver colonizada com grandes populações de Candida, durante o ato sexual uma grande quantidade do fungo pode ser transferida para o pênis, aumentando o risco de balanite. O desenvolvimento ou não da balanite por Candida vai depender da capacidade do sistema imunológico do homem em lidar com essa grande população de fungo recém adquirida.

Portanto, não basta ter a Candida na genitália, é preciso que o fungo se sinta livre para se multiplicar. Alguns fatores aumentam o risco de candidíase, são eles:

– Diabetes mellitus (leia: O QUE É DIABETES MELLITUS).
– Parceiras com múltiplos episódios de candidíase vaginal.
– Uso de fraldas (seja em bebês ou idosos).
– Uso recente de antibióticos (antibióticos matam apenas bactérias, que são germes que competem por alimentos com os fungos).
– Má higiene do pênis.
– Doenças imunossupressoras, como HIV (leia: SINTOMAS DO HIV | AIDS).
– Uso de glicocorticoides ou outras drogas imunossupressoras (leia: PREDNISONA E CORTICOIDES | Indicações e efeitos colaterais).
– Quimioterapia.
– Desnutrição.
– Uso de drogas pesadas.

O risco de balanite por Candida parece ser menor em homens circuncidados (leia: CIRCUNCISÃO | Riscos e benefícios).

SINTOMAS DA CANDIDÍASE EM HOMENS
Como já referido, a infecção peniana pela Candida se manifesta habitualmente como uma balanite ou balanopostite, que é a infecção da glande e do prepúcio.

Os sintomas mais comuns da candidíase no homem são a vermelhidão, inchaço e a dor na glande. Placas brancas, semelhantes às que ocorrem na língua na candidíase oral, também são comuns no pênis. As lesões podem causar coceira e frequentemente há ardência após o ato sexual. Também é comum o surgimento de pequenas bolhas, úlceras, feridas, descamação da pele ou corrimento purulento pela uretra.

Candidíase em homem

Fotos de candidíase no homem. Clique para ampliar. Atenção: as fotos contidas acima podem ser consideradas ofensivas para certas pessoas.

O diagnóstico da candidíase pode ser confirmado através da raspagem de uma pequena amostra da lesão, que levada ao microscópio permite a identificação das leveduras da Candida.

TRATAMENTO DA CANDIDÍASE EM HOMENS
O tratamento da candidíase em homens pode ser feito com antifúngicos em creme ou pomada. As melhores opções são o Cotrimazol 1% ou o Miconazol 2%, 2 vezes ao dia, por 1 a 3 semanas. Uma opção mais simples consiste no Fluconazol, comprimido de 150 mg, tomado em dose única (leia: INFORMAÇÕES SOBRE O FLUCONAZOL).

Em alguns casos, a candidíase peniana pode ser o primeiro sintoma de um diabetes mellitus se instalando. Se o paciente não apresenta nenhum fator de risco óbvio para a candidíase, uma avaliação da sua glicose sanguínea deve ser avaliada.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24748
gutto92
gutto92
Escrito em 14/01/2015 às 13:00:03  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Candidiase tem como característica a coceira, ardência, um corrimento esbranquiçado (como leite talhado na vagina da mulher e uma massinha tipo sebo no pênis do homem) e ressecamento peniano e vaginal. Tudo isso provocado por fungos que todas as pessoas tem, mas se estão sob controle não fazem mal à saúde.
Minha esposa desenvolveu uma candidiase muito forte depois de uma cirurgia, creio que isto se deu pelos medicamentos que ela teve que tomar no pós operatório e pelo stress que ela viveu naquele período. Depois de um ano eu também comecei a desenvolvê-la. Minha esposa viveu com ela por mais de 2 anos e eu por mais de 1 ano.
Depois destes anos tomando e passando todo tipo de medicamento para combatê-la, observando que os medicamentos químicos (fortíssimos e perigosos à saúde) só funcionavam por um curto tempo e alguns até faziam piorar mais a situação; fomos a vários médicos; nós já estávamos aceitando a idéia de que isso não teria cura e teríamos que conviver com a coceira e a ardência. Um médico chegou a nos dizer isto claramente.
Foi aí que descobri numa lembrança de um comentário de meu pai a cura dessa peste, ele me disse que antigamente as pessoas tratavam as doenças genitais com limão.
Esprema o suco de um limão (aquele da casca verdinha e brilhante - O limão galego, aquele que tem o suco branquinho) coe, dilua em água 50%/50% e aplique no pênis ou na vulva ou até mesmo dentro da vagina, deixe agir. Pode ser que venha arder muito na primeira aplicação, pois a pele pode estar muito ferida, se isso ocorrer, dilua o suco em mais água e aplique. Vc verá que a ardência sumirá nas aplicações seguintes. Fiz isso por 1 semana, 1 aplicação todos os dias, depois por mais 2 semanas 1 dia sim, 2 não. No meu caso, que sou homem e tenho o órgão externo, utilizei o suco puro.
Pense... se vc ingere o suco de um limão e ele não faz mal para sua boca, não faz mal para o esôfago, não faz mal para o estômago e não faz mal para seu intestino, porque iria fazer mal à sua região genital?
Já se passou mais de ano, não tivemos nenhum problema no uso do limão e ficamos totalmente livres desse mal. Mas, não posso falar o mesmo dos diversos "fluconazois" que tomamos e passamos, leia as bulas deles.
Se o remédio que o médico te passou não resolver, fica aí a dica.
Se der certo como deu conosco, ajude a divulgar, pois só quem passa por este inferno é que sabe como é triste.
Diminua o consumo de açúcar, a cândida se alimenta dele.
Não exponha ao sol a área enquanto estiver com o suco de limão.

Um fator que pode promover este desequilíbrio é o sexo oral e anal (muito em “moda” hoje), pois essa prática colabora para a disseminação de micro organismos da boca e do anus na flora vaginal, provocando um desequilíbrio e favorecendo o desenvolvimento de micro-organismos oportunistas como a cândida.
Da mesma forma, no sentido contrário, levam-se micro-organismos naturais da vagina (inclusive a cândida) para o interior do intestino, boca, garganta e estômago.

Ame-se, cuide-se, lembre-se de Deus no seu dia a dia.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
(Publicidade)
n°24749
fabiogeral​do68
fabiogeraldo68
Escrito em 14/01/2015 às 13:03:29  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Sífilis é uma DST (Doença Sexualmente Transmissível) que tem um tempo de incubação de aproximadamente 14 dias e a lesão inicial é um cancro (ferida) no local do contato, mas como você só tem tido relações com camisinha e o sintoma descrito por você não parece ser a lesão típica da Sífilis, ao que tudo indica não é sífilis.

Procure um médico Urologista que examinará a lesão, fará o correto diagnóstico e tratamento.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24750
figaro35
figaro35
Escrito em 14/01/2015 às 13:08:00  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Manchas vermelhos no pênis


Quando as manchas, ou pontinhos vermelhos ou erupções cutâneas aparecem no pênis ou escroto, os homens se preocupam de haver uma doença sexualmente transmissível ou uma alergia.

modelo,bela,morenaFelizmente, na maioria dos casos os pontos vermelhos no pênis são inofensivos.
O tamanho, a forma e a cor da mancha podem ajudar a determinar se há algo para se preocupar.
Classificação dos pontos vermelhos

Os vários pontinhos minúsculos sob a pele do escroto e na base do eixo do pênis são normais folículos pilosos.
Esses nódulos têm uma aparência semelhante.
As pequenas protuberâncias rosa brilhantes no pênis podem ser causados por Líquen plano.
Às vezes as pápulas são finas e às vezes são lisos.
Geralmente têm uma forma de anel o uma linha. As pápulas podem ser pruriginosa, mas podem não causar coceira.
As lesões semelhantes podem aparecer em outras áreas do corpo, especialmente sobre os pulsos e a tíbia.
O líquen plano não é infecciosa ou nocivo, mas responde bem ao tratamento.
A maioria dos casos passa sem tratamento em um ano.

Os pontos vermelhos ou roxos, com uma superfície em relevo grosso são angioqueratoma.
Pode ser vista sobre o pênis ou no saco escrotal.
Geralmente aparecem em grupos sobre o escroto dos homens mais velhos, mas pode ser individual ou pode aparecer em pessoas jovens.
Essas manchas são também conhecidos como angioqueratoma fordyce, não são infecciosos e não precisa de tratamento.
Se o angioqueratoma envolve a área do sunga de uma criança, pode ser causada por doença de anderson-fabry.
Este distúrbio resulta de uma deficiência da enzima e é necessário ir ao médico para uma avaliação completa.
Um grupo de pequenas bolhas que tornam-se úlceras dolorosas pode ser causado por herpes simplex.
O primeiro episódio é freqüentemente associado com dor grave e uma doença febril, as recaídas podem ser mais leves.
A herpes é a causa mais comum de ulceração genital.
É altamente contagiosa e é geralmente sexualmente transmissíveis.

As principais doenças que causam pontos vermelhos no pênis

Cândida ou candidíase
A levedura está presente no corpo humano e não apresenta quaisquer sintomas.
A infecção por fungos (micose) é mais difícil de ser reconhecida nos homens do que nas mulheres.
Há um equívoco comum, muitas pessoas pensam que as mulheres adoecem mais facilmente do que os homens.
Na verdade, as infecções por candida em mulheres são identificadas imediatamente, mas os homens e as mulheres têm o mesmo risco de infecção.

Causas de infecções fúngicas
Os distúrbios alimentares estão relacionados à infecção por candida albicans.
Consumo excessivo de produtos contendo amidos tais como trigo, milho, amendoim e cevada, excesso de álcool, comer comida do fast food, ritmos irregulares de vida etc. pode causar infecções fúngicas.
Se você tomar muitos antibióticos podem alterar a flora intestinal, criando um ambiente favorável à infecção por candida.
A infecção também pode se espalhar através do contato sexual.

Sintomas de infecção da levedura
A candidíase sistêmica tem sintomas que são identificados facilmente.
Os sintomas incluem:
1. Cansaço excessivo;
2. Dores musculares,
3. Dores articulares,
4. Vontade de amido e açúcares com os alimentos, como pão, batatas fritas, biscoitos e cerveja,
5. Perturbado funcionamento digestivo,
6. Diarréia,
7. Manchas brancas nos genitais ou na língua,
8. Aumento da frequência,
9. Carência de glóbulos brancos, etc.

A balanite ou inchaço da glande é um sintoma de infecção por candida difícil de ignorar.

Os sintomas de candida na glande são:
1. Coceira insuportável,
2. Ardência da glande,
3. Mau cheiro,
4. Dor,
5. Dor no pênis, especialmente após a relação sexual,
6. Pontos vermelhos que se vê, especialmente com o pênis em ereção,
7. Vermelhidão e substância branca na glande e no prepúcio,
8. Escorrimento do prepúcio e bolhas.

A candidemia é o termo usado para explicar a presença do fungo na corrente sanguínea. Os sintomas são muito semelhantes do herpes genital. Os sinais de infecção por fungos afetam principalmente as mucosas, tais como o pênis, o ânus e a bexiga urinária.
Os pontos vermelhos no umbigo e axilas são os mais freqüentes. Dado que o fungo utiliza a corrente sanguínea para se espalhar, esta infecção pode ser causada por uma seringa infectada.

Diagnóstico de infecção por candida albicans
O teste de auto-análise do cuspi pode mostrar os primeiros sinais da infecção do fungo.
Neste teste, você tem que cuspir em um recipiente de água, após 20-30 minutos precisa controlar.
Este teste deve ser feito imediatamente depois de acordar de manhã.
Se o cuspe se dissolve totalmente na água, há pouca chance que a pessoa esteja infectada.

Tratamento para a infecção de levedura
Os médicos geralmente prescrevem determinados antifúngico contendo anfotericina B, fluconazol, cetoconazol,etc. para ajudar a recuperação do paciente.
A coisa mais importante é conversar com o médico.
Os antibióticos ou medicamentos combinados como o gentamicina são contra-indicados em caso de infecção por candida.

Alergia

A alergia pode causar uma erupção cutânea vermelha ou branca na glande.
Podem também aparecer muitos pontinhos vermelhos que vêm e vão.
A causa pode ser um produto de limpeza ou o tecido das roupas que estão em contato com o pênis (cueca e roupas esportivas para o ciclismo).

Molusco contagioso (MC)

O molusco contagioso causa a formação de pequenas espinhas pelosas em forma aredondada com uma depressão central.
O MC pode ocorrer no pénis, escroto, coxas ou outras partes do corpo.
Estes pontos podem ser confundidos com verrugas genitais ou herpes, mas ao contrário do herpes são indolores e tem uma cor tipo pérola com uma depressão central. O molusco contagioso é inofensivo e geralmente é resolvido gradualmente ao longo de vários meses.

Papúlas perláceas do pênis

As papúlas perláceas do pênis também conhecida como (glândulas de tyson) são pequenas protuberâncias em forma de cúpula de cor rosa ou vermelho que se formam no solco ou coroa da glande do pênis.
Estas pápulas são dispostas em uma ou mais linhas ao redor da base da glande.
Visto mais freqüentemente em homens com pênis circuncidado.
Normalmente são assintomáticos e podem persistir durante toda a vida.
Não é necessário um tratamento, exceto para fins estéticos.

Pontos de Fordyce

As manchas de Fordyce são erupções cutâneas extremamente freqüentes que ocorrem em cerca de 80% a 95% da população.
As manchas de Fordyce podem ser vistos na glande, no eixo do pênis e escroto.
Geralmente são pequenos pontos vermelhos, esbranquiçados ou amarelados.
Se trata de pápulas ou máculas com uma forma em relevo, são indolores e ocorrem em grupos.
As manchas de Fordyce não são perigosos e contagiosa, portanto não serve um tratamento.

As verrugas genitais ou condiloma acuminado

As verrugas genitais são protuberâncias rosa sobre a pele e são vistas com freqüência na área perianal, no eixo do pênis e escroto.
É uma infecção viral comum, causada pelo papilomavírus humano (HPV) que é transmitido através do contato sexual.
Algumas pessoas não desenvolver os sinais e os sintomas, mas pode observar a protuberância dentro de 1-3 meses após o contato sexual com o parceiro.
No entanto, para alguns indivíduos podem demorar vários meses ou anos para ver as verrugas.
Inicialmente, as verrugas genitais são pequenas saliências, lisa ou áspera da cor da pele que causam irritação no pênis.
O número e tamanho das verrugas aumentam gradualmente e podem ser organizados em grupos, com uma aparência de couve-flor.
Às vezes pode ser visto um couve-flor gigante sobre a área perianal, sobre o pénis e a glande que é definido como condiloma acuminado gigante.
Alguns autores afirmam que as verrugas podem ser transformadas em uma formação maligna: carcinoma verrucoso.

Líquen plano

O líquen plano aparece como tantas minúsculas pertuberâncias vermelhos, roxo, marrom ou cor pele brilhante.
Estas formações são relativamente raras e podem aparecer nos genitais. Embora a maioria das lesões são assintomáticas, alguns queixam-se de uma leve coceira.
A causa do líquen plano é pouco clara.
O líquen plano é inofensivo e não serve um tratamento.

Angioqueratoma

A angioqueratoma é uma proeminência que muitas vezes é vista no pênis e escroto.
Podemos ver um pequeno ponto vermelho escuro, azul ou preto com uma forma arredondada e uma superfície escamosa.
Embora a maioria dos casos são assintomáticos, às vezes pode causar dor e prurido.
Em indivíduos jovens, o angioqueratoma é menor, vermelho e menos escamoso, enquanto a pele das pessoas idosas parece grande, azul escuro ou preto.
Embora o angioqueratoma do escroto é considerada uma doença não é perigoso, pode ser um motivo de preocupação para os pacientes.

Papulose bowenóide

Geralmente, os bowenóides ocorrem em indivíduos jovens e sexualmente ativos.
Se trata de pequenas bolinhas múltiplas vermelha, marrom ou cor da pele, com superfície lisa ou áspera.
O bowenóide ocorre mais frequentemente no eixo do pênis, embora pode ser visto em todos os lugares da região anogenital.
Estes pontos são causados por o Papilomavírus humano (o vírus que causa verrugas genitais) são sexualmente transmissíveis e parecem com verrugas genitais.
Geralmente são causados pelo vírus do Herpes número 16.
O bowenóide é considerado como uma formação transitória entre as verrugas genitais e doença de Bowen que é potencialmente maligna.

Calcinose escrotal

A Calcinose escrotal é uma doença rara caracterizada pelo crescimento de perigosas pápulas ou nódulos duros e indolores no escroto.
Essas manchas ocorrem na presença de um metabolismo normal de cálcio e fosfato.

Siringoma no pênis

O siringoma no pênis é uma rara doença dermatológica.
Poucos casos de siringoma no pênis estão documentados na literatura médica.
Clinicamente, o siringoma no pênis aparece com pequenas pápulas assintomáticas róseo-amareladas que pode ser localizado nas costas ou na superfície lateral do escroto.
O siringoma é inofensivo e não é necessário um tratamento.

Outras causas de pontos vermelhos no pénis

Existem várias outras doenças que podem se desenvolver no escroto ou pênis, alguns estão listados abaixo.
Além disso, existem várias outras doenças que podem desenvolver sobre os órgãos genitais e não foi discutidas neste artigo.

Queratose seborréica
Cisto epidermóide do pênis
Sífilis secundária
Neurofibroma
Leiomioma
Nevo melanocítico
Escabiose
Veias varicosas
Granuloma anular
Síndrome do Nevo comedônico
Xantogranuloma
Pseudo-sarcoma de Kaposi.
Carcinoma inflamatório ou Erisipelóide
Lepra
Amiloidose
Pápula necrótica
Picada de inseto e a mordida do carrapato
Linfogranuloma venéreo
Granuloma inguinal.

Remédios naturais

Enquanto espera por um médico, você pode seguir as seguintes dicas:
1. Lavar a área do pênis com água levemente morna.
2. Não usar sabões ásperos, detergentes ou anti-sépticos para limpar-se.
3. Usar sempre uma cueca de algodão macio.
4. Usar preservativos para não ser contaminado com doenças venéreas e AIDS. Considere essa opção cada vez que você transar com seu parceiro.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24751
joanafon78
joanafon78
Escrito em 14/01/2015 às 13:12:16  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 

HERPES | SINTOMAS E TRATAMENTO


O herpes labial e o herpes genital são doenças infecciosas e contagiosas causadas por um dos subtipos de vírus da família do Herpesvírus humano, composta por 8 subtipos diferentes. Cada subtipo do vírus da Herpes causa doenças completamente distintas uma das outras, como catapora (varicela), herpes simples e mononucleose infecciosa, por exemplo.


Neste artigo abordaremos as seguintes questões sobre o herpes:
  • Causas de herpes genital e herpes labial.
  • Sintomas do herpes labial.
  • Sintomas do herpes genital.
  • Transmissão do herpes.
  • Tratamento do herpes labial e do herpes genital.

Este texto focará nas diferenças entre os vírus herpes simples 1 e 2 (HSV-1 e HSV-2), responsáveis pela herpes labial e pela herpes genital, respectivamente.
Se você quiser informações mais detalhadas sobre o herpes genital, leia: HERPES GENITAL | Sintomas e tratamento.
Para informações detalhadas sobre herpes labial: HERPES LABIAL | Transmissão e tratamento.
Vírus da Herpes simples 1 e 2
O HSV-1 costuma causar o herpes labial, enquanto que o HSV-2 é, em geral, responsável pelo herpes genital. Digo em geral porque como a prática de sexo oral é muito comum, não é raro encontrarmos lesões orais pelo Herpes vírus 2 e lesões genitais pelo herpes vírus 1.
Um em cada cinco adultos é portador do HSV-2 e mais da metade da população tem o HSV-1. Porém, muitos portadores não apresentam sintomas.
A infecção pelo Herpes simples é recorrente, ela vai e volta espontaneamente. Isto ocorre porque o vírus “se esconde” dentro das células do sistema nervoso impedindo que as defesas do organismo consigam eliminá-las completamente. Quem tem Herpes, o terá pelo resto da vida.
De tempos em tempos o vírus volta a se manifestar, normalmente em períodos de queda do sistema imune. Alguns fatos predisponentes são conhecidos, como exposição solar intensa, estresse emocional, menstruação, traumas, etc. A frequência das recorrências é individual.

SINTOMAS DO HERPES LABIAL | SINTOMAS DO HERPES GENITAL


A primeira aparição costuma ser a mais sintomática, pois neste momento ainda não temos anticorpos formados. Em geral, o quadro é de múltiplas vesículas (pequenas bolhas) agrupadas, com áreas de inflamação na base e ao redor. As lesões são muito dolorosas e podem vir acompanhadas de mal estar, linfonodos (gânglios) aumentados e febre.
As recorrências costumam ser menos sintomáticas e mais curtas. Normalmente apresentam alguns sintomas que “avisam” que as lesões do herpes vão reaparecer. Dor, formigamento ou prurido (comichão) local costumam surgir algumas horas antes das vesículas.
As vesículas podem romper-se, formando pequenas ulcerações que lembram aftas (leia:FOTOS | Diferenças entre afta e herpes labial).
653x282xherpes-labial.jpg.pagespeed.ic.c8GNJQMaL7bIvXaS8xyS
O HSV-1 e o HSV-2 têm predileção pela mucosa oral e genital, respectivamente. Porém, podem causar lesão em outras partes do corpo como na pele, olhos, meningite, encefalite (infecção do encéfalo), hepatite, pneumonia e esofagite (infecção do esôfago). Essas infecções mais graves costumam ocorrer em doente com imunossupressão como na SIDA (AIDS) e nos transplantados.
Para saber mais sobre as lesões do herpes nos olhos, leia: Herpes no olho, Herpes Ocularno blog Oftalmologia e Saúde Ocular do Dr. Renato Souza Oliveira.
Uma outra complicação das infecções pelo Herpes vírus é a paralisia facial, chamada de paralisia de Bell (leia: PARALISIA FACIAL | PARALISIA DE BELL | Causas e Tratamento).
Para ver fotos de herpes genital e labial, clique no link: HERPES LABIAL | HERPES GENITAL | Fotos

COMO SE PEGA DO HERPES?


A transmissão do herpes ocorre por contato íntimo com a área infectada. O Herpes vírus é muito contagioso; o período de maior risco de transmissão é durante as crises e nos 2 dias que a antecedem, podendo também ocorrer mesmo quando não há lesões aparentes. Alguns pacientes secretam o vírus mesmo fora das crises, podendo transmiti-lo a qualquer momento, principalmente no HSV-2.
O vírus é encontrado nas lesões, na saliva, no sêmen e nas secreções vaginais. A transmissão por objetos, como copos e talheres pode ocorrer, mas é menos comum, uma vez que o vírus sobrevive poucas horas fora de um organismo vivo. O período de incubação, ou seja, o intervalo de tempo entre o contágio e o aparecimento dos sintomas, é de 4 dias, em média.
O Herpes simples genital é uma DST (doença sexualmente transmissível). Durante a fase ativa deve-se evitar atividade sexual, pois mesmo com o uso da camisinha há risco de contaminação (leia: CAMISINHA | Tudo o que você precisa saber).
O HSV-1 é normalmente adquirido durante a infância, enquanto que o HSV-2 na vida adulta.

TRATAMENTO DO HERPES


O tratamento com antivirais, como o aciclovir, serve pra reduzir o tempo de doença. Quanto mais precocemente forem iniciados, melhor a resposta. No herpes labial pode-se usar pomadas e no genital comprimidos. Mais uma vez, não há cura para o herpes. Também ainda não existe vacina eficaz contra o herpes vírus.
O tratamento está realmente indicado nas lesões primárias e nos doentes imunossuprimidos. Nos outros casos, o tratamento não altera muito o curso da crise.
Outras lesões que não são herpes
Para ler sobre as diferenças entre aftas e herpes: FOTOS | Diferenças entre afta e herpes labial
Outros dois tipos de lesões genitais têm causado algum tipo de confusão com o Herpes. Ambas são assintomáticas e podem acometer genitália e boca. A primeira são as manchas de Fordyce, uma espécie de glândulas sebáceas. Não indicam qualquer tipo de doença. A outra lesão são as pápulas peroladas. Também não indicam nenhuma patologia e pode acometer homens e mulheres.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
(Publicidade)
n°24752
noiteadent​ro
noiteadentro
Escrito em 14/01/2015 às 13:17:49  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
1 - Ressecamento na pele ou glande do pênis?
Alterações desse tipo podem significar algum tipo de alergia (dermatite de contato), inflamação ou infecção de pele (candidíase), pode ser algo específico do pênis (mais comum) ou pode significar uma doença de pele de todo o corpo. Algumas doenças sexualmente transmissíveis também podem começar com esse sintoma (menos provável).
2 - Lesões tipo "pequenas bolinhas vermelhas" na cabeça do pênis, o que pode ser?
Pode ser algum tipo de infecção (infecções bacterianas de pele ou herpes ou candidíase são as mais comuns) ou algum tipo de alergia.
O urologista é o especialista indicado para fazer o diagnóstico e tratamento das lesões e alterações no pênis.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24753
torres546
torres546
Escrito em 14/01/2015 às 13:19:01  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Manchas avermelhadas no prepúcio e na glande podem indicar uma situação clínica chamada balanopostite (que é a inflamação desta região). As causas e posterior tratamento dependem de alguns fatores como: se você teve relação sexual nos últimos dias ou não, se há coceira ou não, se as lesões começaram em pequeno número e aumentaram ou não. Dessa maneira, quando há lesões como as descritas por você sugiro que consulte um urologista para que as lesões possar ser vistas e analisadas. Fico à disposição. Abraço, Rodrigo.
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
n°24754
teudabara
teudabara
Escrito em 14/01/2015 às 13:20:08  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
A descrição que você fez sugere mais uma infecção por fungo, mas não há como saber sem uma boa conversa e exame físico. Imagino que você esteja muito incomodado com este inchaço e coceira, e querendo uma solução rápida, mas aconselho a agendar logo uma consulta médica . Então, agende logo uma consulta, e não use nada por conta própria, pois pode piorar o problema e dificultar o diagnóstico. Se precisar de mais informações, seguimos à disposição.

Message édité par Moderador Doutíssima le 16/01/2015 às 08:30:15
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
(Publicidade)
n°54723
frolkinje
frolkinje
Escrito em 11/04/2017 às 03:42:49  answer
Avisar os moderadores em caso de abuso
 
Essa resposta foi útil Essa resposta me deixou mais aliviado
 Página :
1

Ir para:
Inserir nova resposta
  FÓRUM Doutissima

|-  Saúde

||-  Urologia

|||-  Tenho manchas vermelhas no pênis. Alguém pode me ajudar?!!
 

Tópicos relacionados
xiaflex - remédio que desentorta o pênisTenho vontade de fazer xixi toda hora.
dinâmicas para idosos pode ajudar minha avó?Manchas escuras na cabeça do penis
Alguém sabe alguma simpatia para fazer parar de beber?dor nos seios pode ser câncer de mama??
Tenho umas bolinhas na pele do meu testículo...Lesões tipo "pequenas bolinhas vermelhas" na cabeça do pênis!!
Calafrios, dor muscular, na barriga e náuseas, o que tenho?Como saber se tenho depressão? Quais os Sintomas?
Tenho esteatose hepática. Qual a dieta indicada?Posso tomar o remédio GH para crescimento? Já tenho 19 anos…
Que alimentos posso comer se tenho gota?Pílula Qlaira – Tenho dúvidas,quem já tomou ?Me ajudeeem,me dêem dicas
Tenho dificuldades para dormir 
Plus de sujets relatifs à : Tenho manchas vermelhas no pênis. Alguém pode me ajudar?!!

Os 5 tópicos de discussões anteriores Número de respostas Última mensagem
Duvidas : postectomia - pos operatório 8 14/01/2015 às 08:51:11
câncer de pênis 8 19/04/2016 às 12:39:04
o que é doença peyronie???? 8 12/12/2014 às 01:25:06
Doenças no pênis - Deformações penianas 12 11/04/2017 às 03:14:24
Tratamentos urologia! 8 19/11/2014 às 00:34:33